Vimos no boletim anterior que o primeiro quadro que Jesus apresente no texto acima é o quadro do caminho largo que conduz para a perdição no qual muitos estão caminhando.

  1. O quadro do caminho estreito. Poucos estão caminhando por esse caminho porque o ser humano não gosta de portas estreitas, por isso prefere o caminho da tolerância. Mas se queremos ir para o céu temos que entrar por esta porta e caminhar por esse caminho que é o próprio Cristo. O fim desse caminho leva ao céu. Mas como será o céu?

1º. O Céu é um lugar glorioso, de gozo eterno.  Lá encontraremos pessoas maravilhosas como Abraão, Jó, Davi, João e tantos outros. Aqui tudo é passageiro, mas lá tudo será permanente. Jesus disse: Eu mesmo vou receber vocês para que onde Eu estou, estejais vós também.

2º. O Céu é a nossa pátria. Quando entregamos a nossa vida a Cristo passamos a ter duas cidadanias, a terrena e a celestial. A Palavra de Deus diz que ainda não se manifestou o que havemos de ser, quando Ele se manifestar seremos semelhantes a Ele. No céu não haverá discriminação, nem pobreza, nem corrupção. Tudo que podemos pensar de bom, no céu ainda será melhor. E o clímax de tudo isso será a coroação final de Jesus como o Grande Rei dos reis e Senhor dos senhores. A Bíblia diz que Ele tem no seu manto e na sua coxa um nome escrito, e, que nome é este? REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES. Que coisa boa, estaremos presentes no dia da coroação do Grande Rei. Nada neste mundo pode me entusiasmar mais do que isso.

Todos aqueles que estão no caminho estreito, caminham resolutos para aquele lugar glorioso. Não se deixe ser distraído por nada neste mundo, mas prossiga com a cabeça erguida, pois lá no final o Senhor te espera.

CÉU OU INFERNO Mt. 7:13-14 (parte 2)