Jesus disse: “Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-as em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinado-as a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado” (Mt. 28:18-20).

O grande propósito do Evangelho é a transformação de pessoas que transformadas produzirão uma sociedade diferente. Alicerçados nisso a Palavra de Deus diz: “Deus estava em Cristo, reconciliando consigo o mundo” (II Co. 5:19). Este é o propósito da mensagem do Evangelho de Cristo. No mundo hoje há bilhões de pessoas que nunca ouviram a pregação do Evangelho. Como que antevendo isso, Jesus nos lançou o maior desafio jamais feito ao seu povo: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações…” Este desafio deve nos fazer pensar dia e noite. Avaliemos nossas prioridades e decisões à luz da grande comissão. Missões na vida da igreja é resultado de obediência ao Senhor Jesus Cristo. É quando nós o amamos e por isso queremos levar o seu mandamento a serio. Missões é ir até os confins da terra, sob quaisquer condições, a qualquer custo, fazendo discípulos e compartilhando a mais alegre de todas as novas com todos os que queiram ouvir, porque nós amamos a Cristo. Não devemos fazer missões indo pelo mundo somente por não acharmos o que fazer em nossa cidade, mas porque o Senhor nos comissionou para que fossemos “aos confins da terra”. Esta comissão é para cada um de nós em quem Cristo habita através Espírito Santo. O mundo ao nosso redor vai de mal a pior, não podemos cruzar os braços sem fazer nada, apenas esperando a volta de Cristo. Lembremo-nos de que Cristo virá buscar uma igreja operosa. Missões em uma igreja não produz evangelismo. Missões é o resultado de uma igreja comprometida com o evangelismo. Envolva-se orando, contribuindo e indo e seja um missionário

MISSÃO NA ATUALIDADE