No boletim anterior aprendemos que com as parábolas do remendo novo e do vinho novo Jesus está nos ensinando que existe possibilidade para cada necessidade. Você pergunta: Jesus pode me alcançar na minha necessidade? É claro que sim! Basta que você o busque de todo o seu coração mostrando a sua verdadeira face, sua verdadeira realidade. Se você está doente e sente que precisa do Médico dos médicos então Ele está de braços abertos para recebê-lo e tratá-lo. A pergunta que deixamos suspensa no boletim anterior foi a seguinte: Que lições práticas podemos aprender com o ensino de Jesus no texto acima? 1. QUANTO MAIS EU ME ENXERGAR COMO BEM, MENOS POSSIBILIDADE TEREI DE TER UM TOQUE DE CRISTO. Se nos vemos espiritualmente bem então não precisamos do Médico. Obviamente que a recíproca é verdadeira: quanto mais no vemos pecadores, imperfeitos e falhas, maior será a possibilidade de receber a intervenção de Deus. Jesus disse: “Os sãos não necessitam de médico, e sim os doentes”. Se pensarmos que estamos muito bem espiritualmente, menor são as chances de sermos tocados por Deus. Mas se você tem o coração humilde, sentindo-se pequeno, maior será a possibilidade de Deus falar ao seu coração. Ele é aquele que busca colocar em seu ombro a ovelha ferida. Eu posso dizer que se não sentirmos a nossa própria miséria o Médico dos médicos não vai nos alcançar porque não precisamos. Quanto mais eu me vejo bem, menos possibilidade de ter um toque de Deus na minha vida. Quanto mais falidos espiritualmente, quanto mais doentes, desestruturados nos sentirmos, maior será a possibilidade de buscarmos a Deus, e, quando o buscamos o encontramos sempre de braços abertos pronto a nos receber. Seja você mesmo e conte com a benção de Deus.

MUITO MAIS QUE UM REMENDO Mt. 9:10-17 (parte 2)