Como vimos anteriormente, a primeira lição que Jesus nos ensina no texto acima é que todo triunfo é alcançado com dificuldade. A segunda lição que aprece no texto é que tanto a grandeza como a nobreza estão reservadas para a minoria. Entrai pela porta estreita porque nessa porta tem pouca gente. Quem quer ser excelente não vai atrás da maioria e nem do barulho que é feito pelas grandes multidões. Heródoto o pai da história gostava de dizer o seguinte: “É mais fácil acompanhar a multidão do que segui-la. É bem mais cômodo adaptar-se do que tentar transformar”.A maioria segue sem saber, sem pensar para onde está indo.Jesus ensina então que o caminho fácil, cuja entrada é a porta larga leva para a destruição, que é o inferno, a eterna separação de Deus. É bom lembrar que tudo que bom está fora do inferno: Lá não existe amor; não existe beleza; não existe encanto; não existe verdade, nem alegria, nem paz e nem esperança. Mas infelizmente entrando pela porta larga e viajando pelo caminho espaçoso há uma grande multidão. Mas o caminho estreito cuja entrada é a porta estreita leva para a vida eterna. Nesse caminho só estão aqueles que voltaram as suas costas para o pecado, e os seus rostos para a direção da cidade celestial. Entrai pela porta estreita, porque é estreita e apertada tanto a porta quanto o caminho que conduz à vida. E o texto diz que são poucos os que acertam com eles. Este é o segundo principio que Jesus nos ensina: Tanto a grandeza como a nobreza estão reservados à minoria.

TUDO QUE É EXCELENTE É CUSTOSO Mt. 7:13-14 (parte 3)