Muitas vezes ao enfrentarmos situações difíceis, nós temos vontade de desistir e dizer: Eu não agüento mais.

O texto acima fala-nos sobre o reino de Deus. Esse é o grande tema do sermão da montanha. Mas imagem que o texto nos transmite é a imagem daquelas cidades antigas que eram rodeadas de grandes muralhas.  É claro que uma cidade cercada por grandes muros, necessitava várias portas de diferentes tamanhos. Portas grandes para possibilitar a entrada de carruagens. Portas pequenas para entrar as pessoas com suas mercadorias nas costas. Portas enormes para a entrada de grandes procissões. Portas mínimas para acesso dos soldados, ou guardas da noite. Jesus usa então a figura da cidade cercada por grandes muralhas com diferentes tamanhos de portas, para dizer que quem quiser entrar no Reino de Deus deve optar pela porta estreita que conduz a um caminho apertado. Ele diz também que a porta larga não deve ser a nossa opção porque ela conduz à perdição. Então nessa linguagem que Jesus usa falando das portas, são quase que evidentes em si mesmas as mensagens contidas no texto. Eu creio então que nosso Senhor Jesus Cristo está nos estimulando a meditar, a pensar e a ponderar sobre alguns princípios que dizem respeito não somente ao Reino de Deus, mas à vida como um todo. “Entrai pela porta estreita, larga é a porta e espaçoso é o caminho que conduz à perdição”. Quais são os princípios que podemos aprender com essas palavras do Senhor?

TUDO QUE É EXCELENTE É CUSTOSO Mt. 7:13-14