Estamos comemorando hoje uma das datas mais importantes para a igreja Cristã, que é o aniversário da Reforma Protestante. Às vezes a gente não sabe o que foi a reforma ou esquece as nossas raízes históricas. Nós não somos filhos, mas herdeiros da Reforma. Filhos nós somos da comunidade apostólica, mas a Reforma foi responsável por retomar o sentido bíblico daquela comunidade. No principio a igreja lutou, sofreu, mas permaneceu fiel ao seu Senhor. No ano 300 com a entrada de Constantino para a igreja Cristã, ela começou sua caminhada rumo à heresia. Desenvolveu o paganismo porque o Cristianismo não cresce por adeptos e nem por obrigatoriedade. Cristianismo cresce por arrependimento dentro do coração das pessoas que a ele se aderem e se voltam de coração e alma para o Senhor. Surgiu também uma espécie de mitologia cristã. Já que não podemos mais ter os nossos mitos precisamos arrumar novos mitos que se adéqüem à nossa fé. Pedro então ganhou um lugar de canonização, assim como João e Paulo, Maria e José. Foram os primeiros mitos do “cristianismo”. Surgiu ainda a autoridade absoluta do sumo-pontífice cuja palavra tinha mais peso do que a própria Palavra de Deus. As heresias aumentaram e surgiu até um purgatório para expiar pecados, porque só o sangue de Jesus já não dava mais conta. Durante 1.200 anos a igreja cristã foi tudo, menos cristã.

Mas Deus levantou homens que lutaram e muitos deram a própria vida a fim de que a igreja voltasse às suas origens. Os reformadores desafiados pela Palavra de Deus levantaram o que nós chamamos os postulados da Reforma que são os seguintes: Salvação só através da Graça; A Graça só de Cristo; Só através da fé; e só por meio das Escrituras que são o fundamento da fé. Não se esqueça de agradecer a Deus Pela Reforma Protestante e pela herança que dela recebemos.

A REFORMA PROTESTANTE