A ovelha é um animal muito vulnerável e não sabe se defender, por essa razão ele é temeroso. O pastor sempre carrega consigo um cajado com a ponta curva e uma vara que servem como objeto de proteção. As trilhas da Palestina vão margeando buracos íngremes, é muito fácil a ovelha escorregar e ficar presa por uma saliência estreita. O pastor estende o cajado e traz de volta a sua ovelha para o caminho certo. Instintivamente a ovelha se sente protegida pelo cajado e pela vara que o pastor carrega. É o conforto de saber que o pastor é capaz de solucionar qualquer emergência que surgir. Nós temos seguro sobre o nosso carro. Embora esperamos nunca precisar usá-lo, nos sentimos mais confortáveis tendo o seguro.Além disso, nós temos necessidades que, por nós mesmos, não podemos suprir.Com, o apostolo Paulo, podemos confortavelmente dizer: “Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos, ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós, a ele seja a glória…”(Ef. 3:20)

 Mal parece estar dominando o mundo de hoje. Nós todos estamos temerosos, e muitas vezes temos uma forte sensação de desamparo. É então que encontramos grande consolo em pensar no poder de Deus.

É claro que não pensamos em Deus como um abrigo subterrâneo ou um seguro contra acidentes. Mas podemos dizer como o poeta cristão: “Deus é a minha salvação: a quem temerei? Em trevas, ou tentação, Ele é a minha luz e o meu socorro. Embora as hostes malignas se acampam ao meu redor, estou firme na batalha. Nenhum temor pode me abalar,com Deus à minha direita”.

A TUA VARA E O TEU CAJADO ME CONSOLAM