“Aquele que crê no Filho tem a vida eterna, mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece”. (Jo.3:36).

Esta afirmação do Evangelho de João deixa claro o quanto é importante nos voltarmos pela fé para o Senhor Jesus Cristo nesta vida, a fim de não ficarmos eternamente perdidos. Após a morte não teremos oportunidade, pois “pois aquele que não crê no Filho não verá a vida”. De acordo com o ensino da Bíblia, nada pode mudar o destino de uma pessoa depois da morte. Morremos apenas uma vez e jamais voltamos para o mundo a fim de vivermos novamente. Depois da morte, o julgamento no aguarda, mas a nossa sentença já está determinada. Apalavra de Deus diz: “Caindo a árvore para o sul ou para o norte, no lugar em que a árvore cair, ali ficará” (Ec.11:3). “Aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo” (Hb. 9:27). No breve tempo que passamos no mundo selamos o nosso futuro eterno. Quando aceitamos Cristo como nosso Senhor e Salvador ganhamos o presente da vida eterna, mas quando O rejeitamos e com Ele não nos comprometemos, só nos resta a condenação eterna. Isso é muito sério porque não há meio termo. Ou decidimos pelo caminho da vida ou da destruição. Todos nos nascemos na estrada da perdição. Nossa natureza pecaminosa produz uma infinidade de pecados que clamam pelo julgamento de Deus. Nada podemos fazer pela nossa salvação a não ser entregar a nossa vida Cristo o nosso único redentor. Com Ele sim, estaremos eternamente livres da condenação do pecado. Portanto, não perca tempo, vá a Cristo e a Ele entregue agora mesmo a sua vida.

UMA DECISÃO INADIÁVEL