“O mundo não era digno deles”.(Hb. 11:38ª)

Amanhã  comemora-se em todo o mundo o dia de finados. Parece que a pratica de lembrar os mortos começou oficialmente no século X. Com o passar dos tempos a data deixou de ser religiosa e passou a ter um caráter mais afetivo.

O autor da carta aos Hebreus gastou um bom tempo para lembrar um grupo de pessoas que havia falecido em circunstancias difíceis. Os nomes listados, que viveram antes da vinda de Cristo morreram contemplando a fé no Messias providencia de Deus para a nossa salvação. Outros, que conheceram a Cristo e deram firme testemunho, morreram afirmando que de fato Jesus é o Filho de Deus, o Messias prometido, e que fora Dele não há salvação. O testemunho deles e a maneira como viveram fortalecem a nossa fé.

Interessante é o destaque que o autor faz sobre eles. Depois de descrever a vida de sofrimento, vivendo sob perseguição e tortura, o autor diz “O mundo não era digno deles”. A sociedade tem suas maneiras de reconhecer seus heróis, destacando os seus feitos. Entre outros, alguns forma militares, músicos, esportistas, atletas. Mas, no caso dos hebreus, o ponto de destaque foi a fé. Verdadeiros heróis da fé. A sociedade da época não os merecia. A fé os fez dignos, diferenciados, verdadeiros exemplos de vida.

No dia de amanhã lembre-se que a morte não põe fim a vida. Jesus veio para nos dar vida. Ele é a ressurreição e a vida. Aquele que Nele crer, ainda que morra, viverá.

FINADOS. ( Hb. 11:32-39)