Um dos fatos mais angustiantes da vida é que todo casamento passa por problemas. Eles devem ser encarados e resolvidos:

Filhos podem ser uma grande fonte de alegria, mas também acrescentam tensão no casamento. O instinto maternal em algumas mulheres é tão forte que elas tendem a deixar o marido de lado quando estão cuidando dos filhos (I Sm.1:8). Por vezes a esposa podem até enganar o marido em favor do filho (Gn. 27:1-29). A esposa deve lembrar que apenas o seu relacionamento com Deus está acima de sua união com o marido.

Problemas financeiros também podem causar pressões indevidas sobre um relacionamento, especialmente se o casal discute sobre quem fará quais sacrifícios. Se o casal buscar orientação de Deus sobre as questões financeiras, Ele será fiel em suprir suas necessidades.

A raiva não resolvida pode acumular-se e transformar-se em ressentimento e em amargura, de modo que a comunhão significativa deixa de existir.

A tentação e as oportunidades de ser infiel estão sempre presentes. Uma comunhão íntima e vibrante com Deus sustentará o relacionamento entre marido e mulher e dará forças e vitalidade ao casamento.

O isolamento, um estado em que se é excluído. As pessoas concentram sua atenção em outras coisas e logo o calor do relacionamento conjugal desaparece. A solução é valorizar o relacionamento com carinho e dar prioridade ao cônjuge. Como temos resolvido os nossos problemas no casamento?

RESOLVENDO PROBLEMAS